Cosmetologia 2.0 – Edição Londres | ONLINE

Sucesso absoluto no Brasil agora atualizado com as principais inovações internacionais da in-cosmetics Londres 2017.
  • Coordenação

    PROF. LUCAS PORTILHO
  • Tipo do Curso

    Cursos Modulares
  • Avaliação

image
Teaser

Descrição

Abordando os principais e mais importantes tópicos das ciências cosméticas nacional e internacional. O objetivo do curso é de maneira clara, prática e muito didática ensinar o aluno a como desenvolver e inovar cosméticos de alta performance, tendo contato com os mais recentes lançamentos da cosmética mundial, capacitando-se para atuar neste concorrido mercado que não conhece a crise.

Objetivo
O curso consiste em habilitar você a dominar todo o processo de planejamento de um cosmético, ou seja, você termina curso habilitado a planejar, executar e distribuir sua linha de cosméticos dentro de um mercado que não conhece crise.
Público-Alvo

Farmacêuticos;

Químicos;

Desenvolvedores P&D.

Material Didático Incluso

Exclusividade

O curso é disponibilizado namaior plataforma EaD da América Latina, Live Class!

A Plataforma Live Class é ainovação pedagógica para ensino a distância. O objetivo da experiência LiveClass é colocar o professor a disposição do aluno 24 horas por dia, 7 dias porsemana. Com isso temos toda a responsabilidade em praticidade, economia detempo, facilidade de acesso, suporte e qualidade de ensino.


Conteúdo Programático

Módulo 1 - Desenvolvimento de Bases – Emulsões e Géis Cosméticos

Introdução ao mercado cosmético e bases químicas das emulsões

Regulamentação e definição de cosméticos

Mecanismos de ação cosmética

Composição de um cosmético e fundamentos de desenvolvimento cosmético

Nomenclatura INCI e comercial e conceitos em matéria-prima

Análise e descrição de composição do produto

Como duplicar um produto e saber a função de um ativo cosmético

Como achar e comprar uma matéria-prima

Necessidade e alvos de inovação em cosméticos

Características senhoriais e adequação do produto ao público-alvo

Origem do projeto cosmético e etapas de desenvolvimento do produto

Pontos críticos no preparo de emulsões

Processos e equipamentos

Prática demonstrativa: você na indústria cosmética

Processos envolvidos na produção industrial

Qualidade em embalagens e matéria-prima

Fabricação – envasamento – distribuição do cosmético

Ciência das emulsões e bases magistrais/industriais

Tipos, classificação e constituição das emulsões

Sistema de fases e ativos emulsionantes e relação polaridade e pH da formulação

Nomenclatura de ácidos e álcoois

Ativos tensoativos – quelantes – sequestrantes - emolientes

Componentes da fase aquosa, fase oleosa, fase silicone e outros

Ativos umectantes e espessantes          

Técnicas de preparo com polímeros naturais ou sintéticos e demonstração prática de emulsão com polímeros

Mecanismo de ação de quelantes e sequestrantes

Como utilizar manteigas e óleos vegetais

Viscosidade e aplicação com associação de ésteres no sensorial

Agentes de consistência de fase oleosa

Conceitos e aplicações e compatibilidade de ceras

Conceitos e compatibilidades em etoxilados e propoxilados

Nomenclatura PEG – PPG e análise de laudo de matéria-prima

Exemplos de bases autoemulsionantes

Emulsionantes green concept de fontes vegetais

Conceitos em antioxidantes e incompatibilidades

Técnica molecular da volatilidade

Como evitar amarronzamento da formulação

Conceitos, classificação e análise em silicones

Conceito luva de silicone e relação dos tipos de pele e silicone

Propriedades dos elastômeros e conceitos em fragrâncias e conservantes

Ativos fragrâncias e conservantes

Incompatibilidade e perfis alergênicos em fragrâncias e conservantes

Fabricantes, regulamentação e qualidade de fragrâncias conservantes

Definição de concentração de fragrâncias e conservantes

Associações de conservantes e análise conceito paraben-free, preservative-free e liberador de formol

Sistemas sem conservantes e lançamentos e inovação em conservantes

Ativos modificadores e tipos de sensorial

Matérias-primas de preparo rápido e demonstração prática de gel de preparo rápido

Correção de consistência em emulsões

Sistemas água/silicone e demonstração prática: preparo de formulação água/silicone

Incompatibilidades água/silicone e demonstração prática: preparo de formulação óleo/água

Diligências e técnicas de bancada


Módulo 2 - Fotoproteção e Desenvolvimento de Fotoprotetores

Introdução ao mercado cosmético de fotoprotores

Origem do projeto cosmético de filtros solares e bases químicas dos fotoprotetores

Conceitos em radiação eletromagnética e luz ultravioleta

Classificação dos fototipos de pele e bioquímica da melanina

Absorção e transmitância dos filtros solares

Radiação UVB – UVA e conceitos em fator de proteção

Lesão de DNA, degradação de colágeno e fotoenvelhecimento

Reações da pele frente a luz ultravioleta

FPS - PPD e testes de eficácia

Bronzeamento artificial e resoluções legislativas

Luz azul visível e seus efeitos na pele e como evitar danos causados pela luz visível

Dermatologistas e expectativas de produtos

Espectro de luz e formação de radicais livres

Formulando produtos contraluz visível e infravermelho

Fotoproteção biológica e bronzeamento/avermelhamento da pele

Filtros solares com bases corretivas e eficácia de proteção

Vitamina D formação e funções e sua deficiência relacionada e contradições médicas cientificas

Inovação cosmética e filtros pró-vitamina D

Fotoproteção oral e eficiência de antioxidantes com inibição de radicais livres

Testes de eficácia dos filtros solares e determinação de FPS e UVA

ANVISA e regulamentações de testes de eficácia

Demonstração prática: Testes de FPS in vivo e teste de fator de proteção solar UVA in vitro

Quantidade ideal de aplicação de filtro solar e orientação para usuários

Fotoestabilidade e tempo de atuação de matérias primas

Pesquisa nacional sobre uso de filtro solar

Eficácia de fotoprotetores e os apelos relacionados

Legislação brasileira e europeia aplicada a fotoprotetores

Comprimento de onda crítico (IC) e categorias no rótulo de fotoprotetores

Farmacotécnica dos fotoprotetores

Composição e solubilidade de ativos fotoprotetores

Tipos de filtros solares e alterações moleculares e troca de grupo funcional

Matérias primas usadas em filtros solares em suas características

Filtros químicos lipossolúveis e matérias primas lipossolúveis e suas características

Formas farmacêuticas e evitar recristalização

Aspecto e faixa de espectro e características físico-químicas dos ativos

Sensorial vs concentração de ativos

Estratégias para evitar quebra de fotoprotetores e filtros de baixo custo

Estabilizantes de filtros solares e classificação

Filtros físicos e tamanho de partícula e mascarando “efeito branco”

Colocando em prática a ciência cosmética dos fotoprotetores e demonstração prática de manipulação inovadora

Passo a passo para formular um fotoprotetor

Formulação e preparo: Filtro solar fluído - Base de cobertura fotoprotetora fluída - Filtro efeito light feeling - Filtro solar mousse

Análise de conceito de produto e processos de produção na farmácia magistral

Degradação oxidativa e incompatibilidade e técnica molecular da volatilidade

Como evitar amarronzamento da formulação

Conceitos em toxicologia de fotoprotetores

Experiências práticas de bancada e corrigindo problemas de eficácia de fotoprotetores

Melhora de espalhabilidade e aumentando o FPS do produto

Restrições e adaptações de produto para produção

Adicionando vantagens e clains a formulação

Modificadores de sensorial aplicados a fotoprotetores

Formulação e preparo: Blur cosmético fotoprotetor de luxo

Conclusões e dicas para formuladores


Módulo 3 - Desenvolvimento de Cosméticos Capilares e Hair Care

Introdução e análise do mercado global e cabelos

Segmentos de mercado e influência na atualidade

Principais tendências no Brasil

Penteados e aspectos visuais

Tipos de cabelo e expressão pessoal

Ciências cosméticas Hair Care e introdução a anatomofisiologia do cabelo

Fisiologia da manutenção capilar

Ciclo biológico capilar

Características físico-químicas do cabelo e influência na aparência

Classificação dos produtos capilares

Comportamentos de uso capilar

Shampoos – composição e ativos – mecanismo e ação

Condicionadores – composição e ativos – mecanismo e ação

Sinergismo shampoo – condicionador

Fatores decisivos e expectativas de compra

Controle de qualidade capilar

Métodos de avaliação

Shampoos – requisitos de qualidade

Química capilar – surfactantes/tensoativos

Seleção de tensoativo e influência na formulação

Desmistificando shampoo sem sal

Ativos capilares – Polímeros - Silicones – Poliquarternários - PQs – Polímeros naturais - Gomas – Celuloses – Proteínas

Ponto isoelétrico capilar e relação iônica/pH e comportamento anatômico capilar

Condicionamento capilar – Efeito filme e neutralização iônica e condicionamento

Solubilidade vs deposição – A arte do formulador

Química capilar – solubilização e mecanismo de garantia de eficácia de deposição

Teste de dissolução – How to do

Ativos capilares – Anti oxidantes

Complexo surfactante – Coacervado

Relação carga micelar e sensorial

Comparação de produtos e composição

Considerações gerais da composição de shampoos

Ativos capilares – Espessantes e características e ação espessante capilar

Química capilar – Reologia – Viscosidade

Shear Stress - Shear Rate

Marcador do fluído Yield Value

Suspensão de partículas

Ativos capilares – Opacificantes e Perolizantes

Ativos capilares – Conservantes e Sequestrantes

Aspectos gerais de composição e propostas de ativos diferenciais

Claim capilar

Química capilar – Condicionadores

Propriedades e avaliação do condicionamento

Mecanismo de ação dos condicionadores e agentes condicionantes mais utilizados

Irritabilidade e incompatibilidades condicionadoras

Condicionadores – características cosméticas e componentes gerais da formulação

Determinando a fórmula de acordo com o cabelo e performance vs custo benefício

Medidas de ângulo de contato capilar e controle do potencial de irritação

Espessamento condicionante e aspectos gerais de composição condicionadora

Mecanismo de ação dos condicionadores

Química capilar – Géis e características de incompatibilidades dos géis

Conclusões e dicas para formuladores

 

Módulo 4 – Biologia do Cabelo Crespo e Alisantes Capilares 

Biologia do cabelo crespo

pH e estrutura do cabelo

Alisamento e relaxamento capilar

Queratina e ligações de estabilidade

Tipos de alisamento e alisantes

Hidróxidos – Sódio – Lítio – Guanidina – Carbonato de Guanidina;

Shampoo indicador

Mecanismo de ação dos hidróxidos - Tioglicolato de Amônio

Permanente - ondulação dos fios com Tioglicolato de Amônio

Formulação neutralizante

Tioglicolato de Etalonamina;

Aditivos

Legislação e testes obrigatórios

Compatibilidades químicas

Formol – Glutaraldeído - Ácido Glioxílico

Desbotamento da cor após sua aplicação

Polemica do Ácido Glioxílico

Seriliss e protocolos de aplicação no salão

A química “verde” novo método sustentável de alisamento capilar;

Mecanismos de ação do alisamento;

Técnicas de Preparo

Conclusões e dicas para formuladores

 

Módulo 5 - Desenvolvimento de Cosméticos Anti Aging – London Inovation

Fisiopatologia do processo de envelhecimento cutâneo

Tipos e fatores do envelhecimento cutâneo

Colágeno e seus tipos no envelhecimento

Últimos lançamentos de ativos cosméticos

Bioquímica do envelhecimento cutâneo

Modulação metabólica

Elastina e o envelhecimento

Glicosaminoglicanas - Ácido Hialurônico

Água e hidratação cutânea na pele

Cross-Link ou glicação do colágeno

Ages e doenças

Envelhecimento mitocondrial

Papel dos polimorfonucleares

InflammAging e controle hormonal/radicais livres

Carbonilação de proteínas e encurtamento de telômeros

Estratégias cosméticas para controle do envelhecimento

Tratamentos do envelhecimento cutâneo

Aumento da síntese de colágeno

Aumento da produção de glicosaminoglicanas

Inibição da glicação e melhora da firmeza da pele

Inibição de Ages e proteção + hidratação cutânea

Efeito "Cinderela" anti-aging instantâneo

Fotoenvelhecimento e prevenção do envelhecimento cutâneo precoce

Tratamentos cosméticos e ativos para preenchimento de rugas

Speed Cosmética: Ativos de ação imediata

Conclusões e dicas para formuladores


Módulo 6 - Manchas - Tratamentos e Estudo de Casos - London Inovation

Introdução ao mercado cosmético de tratamento de manchas

23 alternativas despigmentantes atualizadas

Biologia das manchas e fototipos de pele

Origem do projeto cosmético despigmentante

Fatores biológicos determinantes para a coloração da pele

Funções biológicas das manchas e fisiologia da melanina

Produção da melanina e fatores fisiológicos

Melanócitos e funções biológicas atuais

Análise da melanogênese

Organelas pigmentantes e tirosinase/ativos inibidores

Características morfológicas dos melanossomas

Estruturas envolvidas no transporte do melanossoma

Etapas de maturação da melanina

Ativos clareadores e estudos de eficácia

Proteína pré-melanossoma - Glicoproteína PMEL17

Tirosinase - ativos clareadores características e concentrações

Mecanismos de ação de inibição de tirosinase e associação de clareadores cosméticos

Correlação dos alvos cosméticos e associação de ativos

Mecanismos de ativação da melanogênese via MITF

Pigmentação melânica e controle hormonal

Steam cell fator e inibidores de alfa-MSH

Introdução a transferência da melanina e mecanismo de transferência via liberação de melanossomas

Inoculação direta do melanossoma e citofagocitose parcial de dentritos

Estudo minucioso da cascata da melanogênese e técnicas cosméticas para efetividade de tratamento

Genes e expressão de melanócitos

Conceitos e classificação em hipercromias e hiperpigmentação

Melasma – causas, incidências e fatores de risco - tratamento e prevenção cosmética

Sintomatologia e diagnóstico do melasma

Sardas ou efélides – causas, incidências e fatores de risco, tratamento, classificação e prevenção cosmética

Melanoses pró inflamatórias – causas, incidências e fatores de risco

Acne e cicatrizes pigmentadas

Manifestações clinicas das melanoses e tratamentos para manchas e concentrações

Nevus melanocíticos – causas, incidências e fatores de risco

Hipercromias e o envelhecimento

Legislação e termos de despigmentantes em cosméticos

Polemicas sobre hidroquinona e estudos toxicológicos

Substitutos cosméticos da terapia com hidroquinona

Despigmentantes em gestantes e de uso diurno

Ativos cosméticos para substituição e resistência a hidroquinona

Formulações para cosméticos despigmentantes magistrais

Estratégias despigmentantes e destruição dos melanócitos

Inibição da enzima tirosinase e demais enzimas - PAR-1 e/ou PAR-2

Redução da melanina oxidada presente nos melanossomas para uma melanina mais reduzida

Ação antiiflamatória e anti-histamínica - antioxidante

Inibição POMC e aumento de “Turn-over” celular para otimizar o tratamento

Inovações de ativos clareadores e Tecnologia ITD – Mecanismo de ação

Inibição da formação de ROS e prevenção da formação de lesão de DNA

Regulação da expressão de MITF e redução de PGE2 – redução da vasodilatação e vermelhidão

Controle de ação do Nf-kB - redução da inflamação

Bloqueio da síntese de melanina e sugestões de protocolos e prescrição

Creme noturno clareador para pacientes com melasma resistente a hidroquinona

Filtro solar uso diário e quantidade aplicada e proteção solar

Problemas de rotina em prescrição e orientações ao paciente

Ativos cosméticos + Concentrações + Mecanismo de ação

Conclusões e dicas para formuladores


Módulo 7 – P&D: Acne e Rosácea - London Inovation

Acne – definições, epidemiologia, etiopatogenia

Tipos e classificações (grau acneico)

Tratamento dermocosmético da acne inflamatória

Tratamento dermocosmético da acne papulopustulosa

Tratamento dermocosmético da acne conglobata

Tratamento dermocosmético da acne fulminante

Lançamentos cosméticos no controle da acne

Controle da hipersecreção sebácea

Mecanismos hormonais

Ceratose do canal folicular

Controle da flora bacteriana

Alterações químicas do sebo

Fatores individuais e imunológicos

Ácido linoleico + evidências cientificas

Ácido salicílico + evidências cientificas

Ácido glicólico + evidências cientificas

Mitos e verdades – laticínios & chocolates

Estratégias cosméticas para tratamento da acne

Ativos cosméticos com ação antimicrobiana

Ativos cosméticos com ação anti-inflamatória e redução da oleosidade

Tratamento cosmético das peles oleosas e acnéicas

Ativos cosméticos e estudo de casos

Evidências científicas e novos tratamentos

Formulando cosméticos para peles oleosas e acnéicas.

Conclusões e dicas para formuladores

 

Módulo 8 – P&D: Celulite e Estrias - London Inovation

Celulite – definições e prevalência

Fisiopatologia da celulite e fatores determinantes ou agravantes

Fatores condicionantes ou desencadeantes

Alterações vasculares e fatores inflamatórios

Escala da celulite Nürnberger e Müller

Classificação da celulite

Cosmetologia na celulite - Alvos da cosmetologia no tratamento da celulite

Tecido Adiposo – Lipolíticos, Antilipogênese

Inibidores da maturação adipocitária

Estimulante de beta-oxidação

Inibidores da fosfodiesterase

Cafeína aplicada a celulite

Testes de eficácia

Tratamentos eficazes na celulite + evidências cientificas

Lista de ativos cosméticos + formulações exclusivas

Estrias – definições e manifestações

Prevenção das estrias + evidências cientificas

Formação das estrias e Inflamação vs.estrias

Lista de ativos cosméticos + formulações exclusivas

Mecanismos de ação

Estudo dos graus de celulite e suas consequências

Celulite e gordura localizada

Tratamentos cosméticos e desenvolvimento de formulações

Novos ativos e estudos

Conclusões e dicas para formuladores

 

Módulo 9 – P&D: Desodorantes e Anti-transpirantes - London Inovation

Fisiologia da sudorese

Glândulas sudoríparas

Composição do suor

Mecanismo de secreção sudoral

Disfunções das glândulas

Tratamentos cosméticos para hiperidrose

Mecanismo de ação antitranspirante

Análise de composição de produtos no mercado

Ação antimicrobiana

Neutralização de odores

Inibição enzimática

Comprovações cientificas

Substitutos vegetais

Aerossol

Roll on

Antitranpirantes redutores de crescimento de pelos

Antitranspirantes dermatológicos

Cosmetotécnica de desodorantes e antitranspirantes

Emulsionantes

Evitando manchar nas roupas

Conclusões e dicas para formuladores 

 

Módulo 10 – Legislação Cosmética Brasileira

Passo a passo para regularização do seu cosmético

Estrutura e História da Vigilância Sanitária.

Legislação Brasileira, América Latina, EUA e Europa.

Documentação Legal e Abertura de Empresas.

Classificação de Produtos Grau 1 e 2 e Regularização de Produtos Cosméticos.

Registro de Produtos Classe 2 e Elaboração de Dossiê.

Boas Práticas de Fabricação, Armazenamento e Distribuição de Produtos Cosméticos

Regulamentação de Nanocosméticos.

Notificação de Produtos Cosméticos e Peticionamento Eletrônico.

Rotulagem de Acordo com a ANVISA e Metrologia.

Processos de Importação e Exportação de Produtos Cosméticos.

Avaliação de Segurança, Eficácia de Produtos e Gerenciamento de Riscos na Área Cosmética.

Cosmetovigilância


Módulo EXTRA – Nanotecnologia Aplicada a Cosméticos

 Introdução a nanotecnologia;

Tamanho de partícula;

Nano cápsulas, como produzir nano cosméticos?

Aplicações da nanotecnologia na saúde;

Nano encapsulamento;

Caracterização de nano partículas;

Avaliação de segurança;

Absorção percutânea;

Perfil de liberação;

Genotoxidade;

Vias de administração;

Efeito oclusivo;

Nano partículas e a pele;

Aplicação cosmética de sistemas nanoestruturados;

Sistemas nano estruturados ativos disponíveis no mercado;

Incorporação de nano partículas em bases cosméticas;

Produtos de mercado com nanotecnologia;

Testes de eficácia de produtos nano tecnológicos;

Registro de produto nano tecnológico ANVISA;

Pesquisa e desenvolvimento.

Coordenador
  • image

    PROF. LUCAS PORTILHO

    Siga no Instragram - @lucasportilho

    Farmacêutico e Especialista em Cosmetologia. Diretor das Pós Graduações do ICosmetologia Educacional, Hi Nutrition Educacional e Departamento de Desenvolvimento de Formulações do ICosmetologia. Diretor da Consulfarma Assessoria. Atuou como Coordenador de Desenvolvimento de produtos na Natura Cosméticos e como gerente de P&D na AdaTina Cosméticos. Possui 17 anos de experiência na área farmacêutica e cosmética. Professor e Coordenador dos cursos de pós Graduação com MBA do Instituto ICosmetologiaq Educacional. Coordena Estágios Internacionais em Desenvolvimento de Cosméticos na Itália, França e Mônaco. Atua em desenvolvimento de formulações para mercado Brasileiro, Europeu e América Latina. Atuou em indústria farmacêutica, farmácias magistrais e elaborou diversos projetos de desenvolvimento de linhas de produtos cosméticos nas empresas Consulfarma Assessoria.

INFORMAÇÕES
  • Início Janeiro 2017
  • Carga Horária 100 horas
  • Local Plataforma Live Class, Veja como chegar
  • Coordenador PROF. LUCAS PORTILHO
  • Views 18382

** Atenção: Os conteúdos e as datas dos cursos podem ser alterados a qualquer momento a critério da coordenação acadêmica em função de necessidade e aprimoramentos sem prejuízos.